Munícipe

Primeiro Dia Aberto do GoFigoProdução

No dia 15 de setembro, o grupo operacional GoFigoProdução promoveu o seu 1º Dia Aberto. Num figueiral, em Adofreire, com vários participantes, debateu-se sobre o figo torrejano, com diversos momentos: O que é o projecto GoFigoProdução? (Michele Rosa – Rosagro - Sociedade Agrícola, Lda.); O que se está a fazer para melhorar a qualidade do Figo Preto de Torres Novas (Rui de Sousa – INIAV, I.P./ENFVN); Para que serve a análise de solos e de folhas das figueiras? (Cristina Oliveira – ISA); Como se analisa a qualidade do figo, caso prático (Claudia Sanchez – INIAV, I.P./ENFVN); A qualificação do Figo Preto de Torres Novas – um caminho em construção (Ana Soeiro – Qualifica oriGIn Portugal); Como pode a Paladin contribuir para o reconhecimento e valorização do Figo Preto de Torres Novas? (Olga Matias – Mendes Gonçalves).

 

 

 

Em 2016, a Rosagro - sociedade agrícola, Lda., juntamente com a Esteiros Ribatejo, iniciou um projeto de recuperação do Figo Preto de Torres Novas e Figo Pingo Mel de Torres Novas. Formou-se um consórcio com diversos parceiros: Casal dos Cardos - sociedade agrícola, Lda.; Instituto Nacional Investigação Agrária e Veterinária (INIAV, I.P.); Instituto Superior de Agronomia de Lisboa (ISA); Qualifica oriGIn Portugal; Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional.

 

Resultou a apresentação de um projeto de financiamento, enquadrado na ação "Grupos Operacionais", da medida "Inovação", integrada na área de "Inovação e Conhecimento" do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PDR 2020).

 

Os parceiros são as empresas Rosagro e Casal dos Cardos - sociedade agrícola, Lda. (produtores), o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), a Associação Qualifica/oriGIn Portugal, o Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN) e o Instituto Superior de Agronomia de Lisboa (ISA).

 

Este grupo operacional tem como objetivo melhorar a qualidade e produtividade dos figueirais através da modernização das técnicas utilizadas e da eficiente utilização do solo.

 

O grupo operacional GoFigoProdução assenta a sua atuação em quatro vetores principais: fertilização, coberto vegetal, poda e pragas.

 

O Município de Torres Novas apoiou este evento, marcando presença o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, que na abertura reforçou a importância do projeto para Torres Novas e para a afirmação de dois dos seus produtos endógenos de excelência, um deles único no mundo (Figo Preto de Torres Novas).

 

DiaAbertoGoFigoProducao 1DiaAbertoGoFigoProducao 3

| Agenda

| Notícias

sabia que

 

A 24 de outubro assinala-se o Dia Municipal para a Igualdade ?

Saiba mais [+]

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio.Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies